Diário de Intercâmbio – Choque Cultural: Argentina vs. Brasil 2

IMG_161313

Hola, chicos! Cada dia to reparando em mais diferenças entre os brasileiros e os argentinos. Fiz outra listinha com 5 coisas que até agora estou tentando me acostumar:



Floricultura 24hrs – Quer algo mais amor do que isso? Eu vejo dois pontos positivos em ter algumas floriculturas abertas 24 horas aqui em Buenos Aires. Um: Se você esqueceu de comprar o presente, sempre da tempo de comprar flores. Dois: Quando eu volto tarde de festas, sei que não sou a única na rua e talvez alguém que trabalhe ali possa me socorrer (ou não).

Fuma, fuma, fuma, folha de.. – Os argentinos fumam muuuito tabaco. Nas ruas, bares, faculdade e festas, sempre tem uma boa quantidade de gente com cigarro na mão. Argh.

Carros antigos – Nunca vi tanto carro antigo e abandonado na rua. Uma argentina me explicou que aqui ninguém da muita importância pro carro, tirando aqueles que tem muito dinheiro. É comum ver advogados usando o transporte público, por exemplo. E muitos dos que tem carro, andam com ele batido, rs.

Es temprano- Nenhuma boate abre antes da uma da manhã e se você chegar lá a essa hora, pode ter certeza que vai estar vazia. Os argentinos tem essa mania de começar a noite lá pelas 2/3 da manhã. Até não ir para os “boliches” ficam nas famosas “prévias”(as prés/sociais). Bem tarde pros brasileiros, que começam a curtir meia noite no máximo.

Chamuyero- Uma coisa que os argentinos adoram é o flerte, mas na hora do “vamos lá” são uns lentos! Já que eu to namorando, isso não me afeta, hahah, mas me contaram que eles falam demais, dão em cima com frases prontas e ficam de blablabla até chegar mesmo em você. Eita passividade!

Perdeu o primeiro post sobre o “choque cultural”? Ta aqui!

O que acharam? Muito diferente ou da pra conviver? haha

Beijos, Gabriela Alegre

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *