Fotografia: Light painting

Vocês provavelmente já ouviram falar nessa nova tendência fotográfica, que por sinal é linda! Sabe quando você tira uma foto, e a luz sai tipo como um rastro? Então, o light painting é mais ou menos isso. A tradução é “pintura de luz”, e na minha opinião, é pouco difícil de fazer! Para conseguir o efeito é preciso:

– Uma câmera um pouco mais avançada, não precisa ser necessariamente uma profissional, ou semi, mas que tenha um bom temporizador, e que funcione bem no modo noturo.
– Uma lanterna, ou celular, ou qualquer coisa que emita luz
– Um ambiente escuro
– Tripé (<3)
– Criatividade

Em um ambiente bastante escuro, posicione sua câmera em um tripé e coloque no modo noturno (sem flash, claro) e com o temporizador ligado, para quem tem câmeras DSRL, é bom deixar o IOS entre 50 e 100, e o diafragma f/11. No momento que a foto for tirada, você fará o desenho, ou contorno, use a criatividade!
O resultado será algo assim:

Em grupo é sempre melhor.

Sabe aquelas velas de aniversário que parecem fogos de artifício que eu falei nesse post, então, elas fazem um efeito incrível.

Frases e palavras são muito legais também!

Aposte em luzes coloridas, fica lindo.

Abuse na criatividade!

E aí, gostaram? Quero ver o resultado de vocês!

Beijos, Sandy.

Para ler: Especial Nicholas Sparks

 Acredito que todo mundo que goste ou
não de livros já tenha ouvido falar sobre o Nicholas Sparks uma vez na vida.Ele é um autor mundialmente conhecido
por escrever tantos best sellers.Nicholas Sparks
Charles nasceu em Omaha, no estado do Nebraska, EUA, em 31 de dezembro de 1965.Em 1990, ele colaborou
em um livro com Billy Mills, o medalhista de ouro olímpico, e foi publicado
pela Feather Publishing antes de sê-lo pela Random House. (Posteriormente,
foi re-publicado pela Hay House Books.) Apesar de ter recebido pouca
publicidade, as vendas chegaram a 50.000 cópias no primeiro ano de lançamento.Após seis anos, em
1996, Sparks lança um grande sucesso: Diário de uma Paixão. Desde então, com um
espaço dentre um e dois anos, foram lançados:  Palavras que nunca te direi,  Um momento inesquecível, O Resgate, Uma Curva na Estrada, Noites de Tormenta, O Casamento,  O Milagre, A
Escolha,   Querido John
  Um Homem
de Sorte
,  A última
música
,  Um porto
seguro
e recentemente, em 2011,   O melhor
de mim
.

A maioria das obras de Nicholas são
adaptados para o cinema, onde também, se tornam muito famosos e aclamados por
muitos. Detalhe que, Palavras
que nunca te direi foi para o cinema com o nome “Uma Carta de Amor”.

E Um Momento
Inesquecível  foi para o cinema com o nome “
Um amor para recordar Há alguns, que assim como eu, cansam de
ler os livros dele pois após ler algumas obras, se torna maçante devido ao fato dos roteiros terem muitas
semelhanças, mudando apenas os personagens.  Tornando assim, histórias “enjoativas.”(Esta é a minha opinião, não
desmerecendo este grande escritor.) Eu particularmente tenho meu livro
preferido dele, que seria a Ultima Música.Cada vez mais 

Nicholas Sparks vem
conquistando fãs pelo mundo com suas histórias de romances.Um ponto interessante é que todos seus
romances se passam em Carolina do Norte, local
onde o próprio autor vive e está familiarizado, sendo assim, quer fazer os
leitores tenham essa sensação de familiaridade
Segue abaixo, a
sinopse do meu livro preferido e de muitos também e de um grande best seller do
autor. 


– A Ultima MúsicaAos dezessete anos, Ronnie, vê sua vida
virar de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciam e seu pai decide ir
para a praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela
continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua
mãe decide que seria melhor os filhos passarem as férias de verão com o pai na Carolina do Norte. O pai de Ronnie,
ex-pianista, vive tranquilamente na cidade costeira, absorto na criação de uma
obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada,
Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação do pai e ameaça voltar
para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto
mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda, começa a apaixonar-se
profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe
proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida.



 – Querido JohnQuando
Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que esta pronto para
começar de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após
terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua
licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce
rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah
jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os
atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e
mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu
país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre
como o amor pode transformar as pessoas de uma forma que jamais poderia
imaginar. Ufa, post meio longo,
mas é impossível falar sobre Nicholas Sparks usando tão poucas palavras hahah.E vocês gurias, já leram algum livro dele? Qual vocês mais
gostam?
  

Beijos Fêe x 

Decoração: Cortina presa por galho

Geeente, to falando sobre decoração aqui no It’s Gaby também, agora vão me ver duas vezes na semana! o/
Então, até o final desse ano, se Deus quiser, termino de reformar e decorar meu quarto, coloco uma fotinho pra vocês verem, e pesquisando algumas coisas, encontrei essa ideia GENIAL de prender a cortina com galhos de árvore. Ai você pensa “como nunca pensei nisso?”, pois é incrível né?! É um pouco complicado achar fotos, acho que não é uma coisa muito comum, por isso mesmo me interessei mais. 

Mas você não poder colocar um cortina que abra diariamente, porque é um pouco complicado de abrir, e precisa ser uma cortina reguladora, para não ficar desigual por causa da curvatura dos galhos.

 Pode pintar o galho, mas na minha opinião fica muito mais charmoso na cor natural.

E aí meninas, gostaram da novidade?!
Beeijos, Sandy.

Livros x Filmes

Hoje
o post será diferente do que estou acostumada a postar.
Diversas
vezes eu entrava numa discussão com meu irmão onde eu insistia em dizer “tal
livro é melhor que tal filme” e ele rebatia “não, o filme é melhor que o livro”
e ficávamos nisso… Até que, meu irmão pegou gosto pela literatura e eu
aprendi a apreciar ótimos filmes com ele e agora, entendemos que não tem como
comparar as duas coisas.
Irei
listar três livros que originaram filmes, onde, ambos são excelentes. Em breve
postarei mais três hihu.
Os Descendentes:

É  um romance
estreia de Kaui Hart Hemmings, é um livro surpreendente, revitalizante,
irônico e cômico.
O filme é dirigido por Alexander Payne, com George Clooney no
elenco.
“Matt King
(George Clooney) é um marido indiferente e pai de duas meninas, que é forçado a
reexaminar seu passado e abraçar seu futuro depois que sua esposa sofre um
acidente de barco em Waikiki. O trágico acontecimento acaba por aproximar Matt
das filhas, o que o ajuda na difícil decisão de vender um terreno herdado da
família.
Ponte para Terabítia:

Um  livro de Katherine Paterson, foi publicado em 1977. A autora o
escreveu como forma de consolar seu filho mais novo, David, devido à morte
trágica de uma grande amiga. Para ler, precisamos deixar  nossa imaginação fluir com esta
envolvente história.
O filme foi dirigido
Gabor Csupo e conta com Josh Hutcherson como protagonista.
Em ponte para Terabítia
conhecemos a história de dois melhores amigos, ele um menino de  classe média baixa com cinco irmãs que sonha
em ser corredor, ela filha única de um casal de escritores liberais e que corre
mais rápido do que ele. São vizinhos. Juntos, constroem uma casa no meio do
bosque (Terabítia) e imaginam estórias que têm relação com o mundo (muitas
vezes difícil) da vida real. Essas estórias vão ajudá-los a superar tristezas e
dificuldades do dia-a-dia, além de contribuir para o processo de
amadurecimento dos dois.
Precisamos Falar Sobre
Kevin:

Um livro de Lionel Shriver que se tornou um Best seller e sem
dúvidas é um dos meus livros preferidos. 
É impressionante a forma que a autora transcreve a história, é
angustiante do inicio ao fim. É escrito de uma forma tão reflexiva, detalhista
de uma forma que você passa a sentir os sentimentos descritos.
 A história nos levanta
algumas questões,como, é possível não amar um
filho? será que o caráter de uma pessoa é estabelecido desde o nascimento ou é
modificado ao longo da vida?
O filme foi lançado este ano e é dirigido por  Lynne Ramsay e conta com  Ezra Miller como um dos protagonistas.
Eva é mãe de Kevin, um adolescente que cometeu
assassinato em massa em sua escola. Sem conseguir entender as ações do filho,
ela tenta lidar com sua dor e o sentimento de culpa, por se sentir responsável
pelo fato.
Então… se você em algum momento já teve este
pensamento de o livro é melhor que o filme e vice versa devemos compreender que
independente se for livro ou filme, ambos são artes dignas de serem apreciadas
e não comparadas.
E vocês gurias, já  leram ou viram algum dos livros/filmes citados a cima?
Bom era isso e até breve.
Beijos, Fêe 

Fotografia: fotos contra o Sol

Amo, simplesmente. Tenho várias fotos tiradas contra o sol, dá um efeito tão bonito. Como já falei (nesse post) o melhor horário para se fotografar, é no início da manhã e no fim da tarde, mas nem sempre isso é possível, então essa é uma ótima maneira de deixar suas fotos lindas.
Uma outra ideia bem legal é fotografar a silhueta de objetos ou pessoas.

Alguns segredinhos que você deve saber:
– Contornos bem definidos (Isso vale mais para objetos).
– Fotografando de costas para o sol, evita ficar com olho de japa, ficando muito fechadinho.
– Não precisa ser necessariamente fora de casa, uma ambiente bem iluminado naturalmente em casa, pode dar um efeito bem legal, é só escurecer um pouquinho no photoshop,
– Se quiser foto de contorno, não utilize o flash.

Para quem usa o Photoshop CS3 ao CS6, dá para fazer esse feito da foto aqui de baixo, é só ir em Filtro>Acabamento>Reflexo de flash. Mas muito cuidado, use com moderação!
Para os que usam Photoscape, é só ir em Filtro > Brilho de lente, mexer um pouco no numero e opacidade deixando da maneira mais natural possível.
Gente, já falei com vocês que uso muito as luminárias aqui em casa para tirar foto, minha casa não é muito iluminada, então esse é um ótimo recurso para esse efeito legal e o melhor, sem sair de casa. Posicione a luminária contra a foto, da mesma maneira do Sol.
Essa foto aqui de cima é minha, dá uma olhada no meu Flickr – flickr.com/photos/sandymotta/
E aí meninas, o que acharam das dicas, vão usa-las, pode ser um tema daquele post que estou pretendendo fazer, já deram uma olhada de como vai ser (tá nesse post)!?
Beijos, Sandy.

Para ler: O Iluminado

Ultimamente
meu gosto para livros está sendo totalmente atraído por suspense, ficção e
serial killers. Eis que hoje, eu indico, ao meu ver, o MELHOR livro, vulgo melhor
filme, de terror: O Iluminado, de  Stephen King.
O Stephen King é conhecido por escrever bests
Sellers de terror, suspense e derivados. Ele realmente escreve histórias piradas
e consegue te fazer pirar junto.
Danny Torrance é uma criança, porém não é um
menino normal. Ele é capaz de ouvir pensamentos e  pode transportar-se no tempo e olhar o passado e o futuro.
Esses poderes  o tornam iluminado. Maldição ou benção? Esta é a pergunta fundamental, que te faz tentar chegar numa
resposta conclusiva, onde acreditem, é difícil de achar.
A história acontece no assustador hotel Overlook. Quando seu pai Jack Torrance consegue o emprego de
zelador do velho hotel, todos os problemas da família parecem estar
solucionados. Danny, Jack e sua mãe Wendy não enfrentariam mais o desemprego e
nem as noites de bebedeiras do pai. Teriam um conforto, um lugar amplo e ar puro
para o pequeno,  poderiam se ver
livres das más lembranças e histórias que já viveram e o principal, poderiam
ver Danny livre de suas “convulsões” .Só que Overlook não é um hotel comum. É
um lugar onde existem velhos ódios, cicatrizes e antigas feridas. É um lugar
rodeado de ressentimento e o
Overlook  é uma sentença de morte e
desejo de vingança,  na qual para ser realizada precisa dos poderes de Danny.

assustadora luta entre dois mundos. Em uma guerra onde não haverá
testemunhas e vencerá o mais forte.

Um livro que te prende do inicio ao
fim, mas não irei negar, contém um uso exagerado de detalhes e complexidade,
onde muitas vezes o torna maçante. Mas va até o fim e prepare-se para ler um
dos melhores livros de terror da literatura.
Deixarei aqui também a dica do filme, do  Stanley Kubric. O filme é tão bom quanto o livro, contém algumas
diferenças, mas sem perder a fidelidade ao livro.
Ah, este é um dos meus livros preferidos,
espero que vocês gostem hahah.
Beijos, Fêe x