Para ler: O menino do Pijama Listrado


Uma comovente história de John Boyne, a qual começa com Bruno, um
garoto de nove anos que recebe a notícia de sua mãe de que irão se mudar devido
ao trabalho do seu pai. Ter de se afastar da sua casa aconchegante, da sua
escola, dos seus amigos, dos seus avós não é uma ideia a qual agrade Bruno . O
que ele não sabe (devido sua inocência) é que na realidade o trabalho do seu
pai é fazer parte do “exército de Hitler”.  Eis que esta casa onde a os pais e o pequeno Bruno foram se
mudar é um lugar muito próximo ao um campo de concentração, onde há milhares de
judeus vestidos todos iguais com pijamas cinzas listrados sendo torturados
recorrente a época nazista.
Bruno apesar de
ir se acostumando com o novo lugar habitado, se  sente sozinho e em um das suas explorações e aventuras ele
conhece seu amigo – futuramente ,o melhor-  Shmuel, eles passam a se encontrar secretamente todas as
tardes, Shmuel, dentro do campo de concentração, com seu pijama surrado atrás
de uma cerca e Bruno, no outro lado da cerca, livre.
O que nos cativa
nesta obra é o fato dela ser narrada por Bruno, logo, diversas vezes fica claro
tamanha inocência sobre o caos que o cerca e também não é tão exposto o
holocausto ocorrido por Hitler e seu exército.
O que o autor
quer deixar bem  explicito é uma
amizade tão espontânea e bonita, com a doçura e reciprocidade positiva entre duas crianças.
Super aconselho a todos lerem, é um livro simples,
mas bem impactante, com um final surpreendente e  com grandes personagens.

Há também o filme
baseado no livro, dirigido por
Mark Herman.
“ps: Gurias eaí
vocês estão gostando? Pediria muito que vocês comentassem/sugerissem aqui no
blog ou através de alguma rede social (até mesmo no face do its gaby) se tem
preferências por livros, dessem também suas sugestões e assim por diante. Não
quero parecer ser chata, mas seria muito bom para mim  saber do que vocês estão gostando ou não para eu melhorar.”
Beijos, Fêe.

Para ler: O Semeador de Ideias – Que atitudes tomaria se o mundo desabasse sobre você?

O Semeador de Ideias – Que atitudes tomaria se o mundo desabasse sobre você?


Este livro faz parte da saga “O Vendedor de Sonhos” e seria o último na ordem da trilogia.

Conheci essa saga casualmente, no aeroporto, naquele tédio causado pelo atraso do voo.
Já li toda a saga mas trouxe O Semeador de Ideias por ser o primeiro que eu comecei a ler e  ao meu ver,  o melhor.
Primeiramente já deixo claro, que por mais que eles sejam uma saga não tem grade importância se tu começares a ler pelo primeiro, segundo ou como eu, pelo terceiro.
“Um poderoso homem sofre perdas irreparáveis e torna-se um colecionador de lágrimas. Despedaçado, sai em busca dos porões da sua mente e da sociedade dos seus sonhos.”
Neste livro Augusto Cury, nomeado autor brasileiro –e um dos melhores-  nos faz pensar no caos que nosso sistema social, politico e econômico nos submetem. Narrando a história de  Mellon Lincoln,  um homem internacionalmente poderoso que após horríveis tragédias na vida dele, decide passar por uma  modificação pessoal e ir atrás dos sonhos de uma humanidade mais coerente, mais humana. Nesta busca ele tem um debate com DEUS. Ai surge um parênteses: “Ahh não, livro religioso, ah, não gosto de religião, ah isso e aquilo”. Calmem, em nenhum mometo o autor impõe alguma crença ou algo contra a mesma, apenas leiam o livro e reflitam. Gostaria de entrar em super detalhes mas estragaria a graciosidade que este livro é.
“A vida é um grande contrato de risco. Quem tem medo de sair do casulo por causa dos riscos corre outro maior, o de sepultar a sua própria consciência”
Ler este livro me trouxe grandes lições, me ensinou  a equilibrar as turbulências da vida, e que nem tudo está perdido. Que NÓS não estamos simplesmente pairando pelos ares sem nada de bom a acrescentar.  
Ressaltando que Augusto Cury é médico, psicoterapeuta e psiquiatra, ou seja, se preparem para uma terapia que só acrescentará maravilhas para vocês.
Era isso, escrevi este post com o intuito de instigar vocês a lerem e se sentirem como eu e muitas outras pessoas se sentiram.

Beijos, Fêe x

Livros para o vestibular

Oi pessoal.
Bom,
hoje o post será um pouco diferente do que estou acostumada a escrever.
Não será uma sugestão “tipo resenha” de algum livro.
Será sobre um assunto meio chatinho mas EXTREMAMENTE importante para o nosso futuro.
LEITURAS OBRIGATÓRIAS PARA OS VESTIBULARES.
Muitas
pessoas estão se preparando para o vestibular e terão de enfrentar
algum livro imposto pelo mesmo. (E muitos que já enfrentaram um
vestibular tem a mesma opinião:  Ter de ler os livros obrigatoriamente é
um saco.)
Gostando
ou não de ler, devemos nos preparar e ir lendo alguns livros literários
por terem uma linguagem  mais complexa e que exigem grande atenção.  As
vezes, são contadas histórias que são fáceis de serem compreendidas ,
basta nos focarmos exclusivamente ao livro.
Eis algumas obras de grande importância e cobradas: Dom Casmurro, O Alienista, Memórias Póstumas de Brás Cubas, ambos do Machado de Assis;  Ossos da noiva, do Charles Kiefer; O Cortiço, do Aluísio Azevedo;  O Ateneu, do Raul Pompeia e Feliz Ano velho, do Rubens Paiva.
]


li estes livros e admito, alguns são meio entediantes e exigiram que eu
lesse e relesse algumas vezes, por isso ressalto:  Vá para um lugar bem
longe de meios tecnológicos e boa leitura hahah.  E para quem quer
começar ir “treinando” super recomendo o livro Feliz Ano velho,  do
Marcelo Rubens Paiva.
Este livro é um romance brasileiro autobiográfico que relata o acidente que deixou o autor tetraplégico depois de um mergulho em um lago de Barão Geraldo.
Expondo suas angustias, sua força de vontade juntamente com o amor,
Feliz Ano Velho é um grande clássico da literatura brasileira, e
acreditem, é aquele livro que te dá vontade de devorar.

Beijos, Fêe

Para ler: Feios




Um best seller de uma trilogia escrita por Scott Westerfel. Neste livro, Westerfel cria uma
história baseada em Tally, uma adolescente ansiosa para completar seus 16 anos e se tornar
perfeita. Sim, perfeita.

Tally vive em um lugar chamado Vila Feia, onde todos habitam até seus 16 anos, sendo alvos
de discriminação, humilhações e exclusão dos habitantes da Nova Perfeição. Um lugar onde só será aceito aqueles que após completarem 16 anos aceitarem do governo um presente: Uma operação plástica única na história da humanidade. Onde você ficará perfeita, sem qualquer imperfeição no seu rosto, cabelo, corpo.

Para muitos, uma grande oportunidade, um sonho talvez (?). Quem é que nunca teve sua auto estima lá em baixo acompanhada por uma crise existencial?

No livro, acompanhamos Tally na espera pela chance de se tornar perfeita (e viver uma rotina exaustiva ,onde todos vivem com suas futilidades) ou viver ao lado de sua amiga Shay, uma feia que está nem aí para o padrão de beleza e se vangloria da beleza que a vida proporciona fora da Vila feia e Nova Perfeição. Ambas acompanhadas de outros adolescentes feios que se juntam para sobreviverem fora dos limites que os foram impostos.

Quando sua amiga misteriosamente desaparece, Tally tem de fazer uma escolha: Ficar feia
para sempre ou ficar perfeita e deixar de lado a pessoa que a acolheu antes de atingir sua
perfeição?

Uma história fictícia misturando elementos presentes na sociedade desde antigamente até
atualmente.

Até onde vamos para seguir um padrão de beleza, para ficarmos bonitas para os outros
enquanto deveríamos nos sentir bem consigo mesma? Sem sermos egocêntricos , apenas
se valorizando e aprender a valorizar a verdadeira beleza das pessoas. A beleza que vem de
dentro

Pode soar meio clichê, mas o quanto vimos pessoas se auto mutilando, se cortando e
sofrendo por não estar satisfeita com o seu físico,chega ser assustador e muito triste. Está na
hora das pessoas reconhecerem seu valor.

Beijos, Fêe

Para ler: Renato Russo- O Trovador Solitário

”  Renato estava se sentido desconfortável no
papel de novo porta-voz da juventude, ainda mais porque tinha perfeita
consciência da responsabilidade social de um artista. Até então não se sentia à
vontade para tratar de um tema como identidade sexual, dada a enorme parcela de
crianças entre seus fãs. “Sou jovem de vinte e poucos anos, não sei nada da
vida”, reclamava. “As pessoas bebem minhas palavras como água. E escrevo justamente
porque não sei. Não quero que minha opinião sobre temas controvertidos, drogas,
por exemplo, influencie outra pessoa.”
Para quem
gosta de música e de refletir sobre diversos temas, tais como, amor, politica, familia,
drogas e sexualidade; Renato Russo- O trovador Solitário  é um livro de biografia sobre  o grandioso cantor, compositor, poetista
Renato Russo (Não preciso de mais apresentações né?)
Neste
livro, Arthur Dapieve relata a vida do cantor, nao em forma de uma simples
biografia,  e sim com relatos inéditos,
rabiscos de letras e pensamentos paralelos e depoimentos já concedidos pelo próprio
Renato.
Mesmo se você
não curtir as musicas do Legião Urbana ou do projeto solo do Renato Russo (O
Trovador solitário) vale a pena conferir este livro que consegue expandir sua
mente e seu coração de uma forma esplendida.
Post por Fêe

Para ler: Um dia

Sabe aquele romance “mamão com açúcar”, onde tem
uma moçinha e um badboy ou vice-versa? Pois então,esqueçam. Um Dia a principio é
um romance que até tenha um mínimo clichê,mas quem nunca vivenciou um? (Se não
vivenciou, pode acreditar que irá.) O livro é sobre dois jovens que tem o
primeiro envolvimento amoroso após a festa de formatura do ensino médio. Ambos
bêbados,  passam a noite juntos. Emma, uma
jovem sonhadora, personalidade forte e carinhosa, acaba se afeiçoando
rapidamente por Dexter um cara rebelde, onde 
acha que a única forma de curtir a vida é “pegando” todas as
mulheres, gastando dinheiro e etc.  O
detalhe é que ambos se tornaram muitos amigos,melhores amigos após a noite que
passaram, onde, além de terem uma relação, 
conversaram sobre seus medos, angustias e sonhos. E desde então Emma se
encantou. Dexter podia ter seu lado badboy mas no fundo não passava de um jovem
com sonhos  sendo amedrontado pela vida 
O legal do livro é que vemos o relacionamento de ambos
sempre narrada no dia  15 de
julho de consecutivos meses e anos.
Um dia é o livro que te mostra que muitas vezes vale a pena
arriscar, esquecer por alguns segundos do nossos medos e do que acontecerá após
algumas escolha. Apenas vivenciar cada momento que passamos ao lado de quem
gostamos,pois infelizmente (ou felizmente) não sabemos o que pode acontecer no
dia de que seguirá. Se abra para o amor e deixe ELE te encontrar. Não o
procure, por mais que demore, de repente quando você menos esperar, ele
surgirá. 
Talvez, ao lerem isso aqui, vocês possam pensar: Ah mais um
romance “babaca”. Mas vai por mim, leia, que após as 5 primeiras
páginas vocês irão se apaixonar pela história, pelos personagens e por cada
detalhe maravilhoso que o livro “Um dia” proporciona.

Post por Fêe