Diário de Intercâmbio: UADE – Tour pela minha facul

Tirei uma tarde para fotografar a UADE, já ta mais do que na hora de eu mostrar minha faculdade pra vocês! hahah.
A nivel de estrutura e ensino, a minha universidade é parecida com a PUC do Rio de Janeiro, só que com um valor mais acessível, pelo menos para os brasileiros, rs. Em relação as outras instituições de Buenos Aires é uma das maiores, mais modernas e caras. Perdendo pra PUC de Buenos Aires que é absurdamente enorme.

Prontos para o tour? haha
São quatro prédios com oito andares. No prédio de artes, além das salas de aula, tem um estúdio de fotografia, uma sala Gessel e a sala dos macs que fica disponível para os alunos quando não tem aula. Também tem uma parte de exposições, com obras feitas pelos alunos daqui. Adorei a idéia de dar essa oportunidade aos criativos, rs.

Assim como nas universidades dos Estados Unidos, aqui também tem residência na facul. Eu pesquisei o preço e vi que os quartos estão caros em relação aos apartamentos da cidade, mas imagino que deve ser muito bom morar ali. Eu acordaria as 7:30 pra chegar as 8:00 tranquilamente!

Gordinha do jeito que sou, esse é um dos meus lugares favoritos da facul. heheheh. O pátio de alimentação tem um Subway e um mini restaurante. Os valores são bem mais em conta do que nos restaurantes de fora e a comida é boa. Todo dia tem um menu diferente e tal.

O O que é uma faculdade sem alunos? hein? hein? Esse é o Gilmar, intercambista brasileiro e aluno super aplicado. hahah.
Eu amo essas placas. Não me pergunte porque 🙂

Saindo dos prédios tem um pátio bem grandinho, com muitos lugares pra dormir ficar conversando,  um Starbucks (que esta sempre lotado), e um quiosque (que vende todos os doces que você não deveria comer). 


No prédio administrativo, além das oficinas, tem quatro andares de biblioteca. Um deles é a parte de estudo, outra com computadores e os outros dois com livros. É uma boa pra passar o tempo 🙂

Em outro prédio tem os ginásios, sala de ginástica e academia. Todos os alunos tem a opção de pagar pra malhar ou praticar esportes ali, os pacotes tem o mesmo preço que as academias de fora. Então é tranqs. Eu passo longe dali, hahah. Esportes não são pra mim 🙁
O quarto prédio é aonde eu passo minhas manhãs, yaaay. Todas as minhas aulas são ali. É o mais completo de todos e também tem um milhão de salas. No oitavo andar tem outro Starbucks e um terraço incrível com vista pra Av. 9 de Julho. <3


No quarto andar tem mais uma lanchonete. Geez, querem nos engordar.

Cartazes como esses estão espalhados por toda a faculdade. Orgulho UADE. Ex alunos que agora estão com empregos incríveis, como esse tal Lino que é top no Google Argentina. wow. Também queeeero ser “orgulho uade” hahah. Em breve (espero)!

As salas de aula são engraçadinhas. A primeira vez eu estranhei como todo mundo senta junto. Fica um colado no outro, tipo ??? mas agora já me acostumei! Em dia de prova, obviamente, sentamos separados.

As salas das turmas de design são as mais divertidas. Sempre!

A área de audiovisual da facul me impressionou. Eles tem um estúdio de gravação super completo. Até deixei apra outro post, de tão encantada que fiquei. Sou muito boba. hihihi.

É isso, agora vocês já sabem aonde passo três dias da minha semana: Universidad Argentina de la Empresa. Vou preparar um post contando a rotina das aulas e como o ensino argentino ta me tratando, haha. 

Minha aula de Marketing vai começar agora, ahhh. Tenho que correr lá. 
Beijos, Gabriela Alegre

Diário de Intercâmbio: Primeiro dia de aula – Produção de Jornal

No primeiro dia de aula na UADE, me perdi na faculdade. yay. Esqueci o número da sala, chutei qual lugar era e acabei parando em alguma aula de computação. Saí dali na hora, morrendo de vergonha! Quando cheguei na sala certa, entrei não querendo chamar a atenção, e sentei do lado de umas meninas que pareciam legais.
Na primeira semana tudo é mais tranqüilo. Para a felicidade da turma, o professor pediu para que cada um se apresente. A lista de chamada aqui é pelos sobrenomes, o meu “Alegre” fica em segundo nessa turma. EITA SORTE. Quando chegou a minha vez eu me concentrei pra voz sair e comecei falando de sou do Brasil. Nessa hora senti mil olhares na minha direção. É engraçado ver como todo mundo é curioso em relação aos estrangeiros. Normal. Também acontece comigo.
Depois disso uma menina que estava sentada do meu lado puxou assunto comigo. Isso levou outras pessoas a me perguntar coisas e aproximarem-se.

Todo mundo aqui gosta muito do Brasil. Inclusive vários já visitaram o Rio. Conversando com os Europeus e os Argentinos sobre o nosso país, percebi um grande contraste em relação à visão que os Americanos tem de nós. Eles sabem muito sobre a nossa cultura, admiram a alegria dos brasileiros, gostam das paisagens e todos tentam falar português, hahah. Melhor parte!
Ainda não sofri o preconceito que muitas vezes senti nos Estados Unidos. Até agora nem uma pergunta desrespeitosa ou comentário ignorante, como: “Por que você não é negra se é do Brasil?”coisa que ouvi nos eua.

No intervalo, as meninas me chamaram pra ir com elas. Super curti. Não é por acaso que hoje em dia são minhas amigas argentinas. haha. Só fazemos trabalhos juntas e começamos a sair também.
Na outra metade da aula, o professor passou um video de 30min. Ninguém reclamou. Eu estava esperando alguém reagir como no Brasil e falar pro professor que o video era muito longo. Mas pelo jeito o pessoal aqui respeita um pouco mais aos educadores e todos ficaram quietinhos. Alguns com celular na mão, claro. Outra diferença é que raramente alguém dorme nas aulas. Pasmem!
Em um dia aprendi tudo que eu peguei em um mês de faculdade no Rio de Janeiro. Nada contra minha facul linda do Brasil, mas a qualidade de ensino aqui é outro nível. Os professores são mais sérios, passam a matéria que planejaram para o dia, te dão trabalhos para fazer e não deixam ninguém reclamar. Alias, ninguém tem coragem de reclamar.
Para a próxima aula, o professor pediu que fizéssemos um video só com imagens, sobre a eleição. Eu toda felizinha, me ofereci logo de cara para editar.

Para o primeiro dia de aula, foi um tanto confortante. Gostei muito dos professores, da quantidade de conteúdo que eles passam e da boa recepção dos Argentinos! Amando muito tudo isso <3

Diário de Intercâmbio: Primeiros dias na faculdade

Na Segunda-feira, 05 de Agosto, fui visitar a faculdade. Estou estudando na UADE – Universidade Argentina de Empresas. Fui para falar com a funcionária que cuida da parte de intercâmbio e entregar os últimos documentos. Ela foi uma fofa, me explicou tudo direitinho, sobre seguro médico obrigatório, os horários das matérias e me entregou o cartão de aluna para entrar e sair da facul. Também me levou para dar uma volta na UADE. WOOOW. Que lugar incrível. São quatro prédios de oito andares, mais o prédio da residência. Tudo moderno. E obviamente com elevadores, quem vai subir oito andares de escada? not me. rs

Outra coisa que me chamou a atenção foi o estilo das pessoas. Todo mundo bem diferente. Não sei como é na facul de vocês, mas na minha como que tem um “código de como se vestir”. hahah. Todo mundo vai igual. Ai de quem colocar salto, ou se maquiar demais.
Aqui nobody really cares. Tem menina de salto alto, tênis, chinelo, que seja, ninguém diz nada! Ao meu ver, a maioria se veste muito bem. Os argentinos tem a elegância dos europeus na hora de montar looks. É como ver o pessoal do lookbook.nu nos corredores da faculdade. Nesse nível!

A faculdade tem dois Starbucks. Sim. Dois. Quando a mulher me mostrou, eu pulei por dentro. Um subway, o restaurante da facul, um quiosque e outra lanchonete que ainda não visitei. É tanta coisa que eu já estava meio perdida.

Como intercambista eu pude escolher a matéria que eu quisesse. Diferente demais. Eu poderia até pegar matéria de Direito. O que não tem nada a ver com minha faculdade, mas ok. Também posso montar a grade de horários misturando manhã, tarde e noite. As minhas turmas são sempre diferentes, já que eu peguei matérias de diferentes cursos (Jornalismo, Multimidia, Marketing, Gestão de Mídia e Entretenimento) e períodos(5º,6º). O que torna mais difícil de ter um grupo de amigos “fixo”..
Escolhi estudar só Terça (manhã), Quarta (manhã e tarde) e Quinta(manhã). Eu tenho uma matéria por dia, de 7:45 a 11:40, com um intervalo de 30 min. As matérias são: Psicologia, Marketing, Produção de Cinema e tv (ficção) e Produção de jornal.
Amo a idéia de não estudar Segunda e Sexta. Vocês devem estar pensando: “vida boa, só quatro matérias”. Deixa eu te contar que não. O ensino aqui é bem mais puxado. A qualidade é lá em cima, assim como o nível de exigência dos professores. Melhor. Work hard, play hard, hahah.

Todo esse trajeto eu fiz com um alemão, que eu já tinha conhecido no City tour. Ficamos conversando, sempre em inglês, e descobri que ele também estava em psicologia. YAY. Pelo menos alguem que eu conheço na aula.

Na Terça, acordei 5:45, super ansiosa e com um pouquinho de medo. O primeiro dia, seja na faculdade ou escola, sempre da aquela insegurança, né?! Comigo não foi diferente. O clima já não estava colaborando. O frio me impediu de usar o look que eu tinha planejado( já faz alguns dias, haha). Nhaa ): Maaaas aproveitei para colocar minhas botas de salto <3 

Peguei o ônibus, que fica a quatro ruas da onde eu moro, e durante o trajeto perguntei para uma menina aonde que eu deveria descer. Chegando no ponto da UADE, o ônibus ficou praticamente vazio. Todo mundo dali ia para a mesma faculdade que eu, yay. Ficou bem mais fácil chegar. Foi só seguir a galera. Já na UADE a fila para os elevadores estava enorme. Algo que hoje em dia sei que não é novidade. rs.
Consegui encontrar a sala numa boa, entrei e fiquei sentada na minha. Não ia chegar e falar: “Oi, sou do Brasil vem ser minha amiga, né! “.

Continuo no outro post porque esse ficou mundo grande :))

Até amanhã!
Beijos, Gabriela Alegre