Diário de Intercâmbio: UADE – Tour pela minha facul

Tirei uma tarde para fotografar a UADE, já ta mais do que na hora de eu mostrar minha faculdade pra vocês! hahah.
A nivel de estrutura e ensino, a minha universidade é parecida com a PUC do Rio de Janeiro, só que com um valor mais acessível, pelo menos para os brasileiros, rs. Em relação as outras instituições de Buenos Aires é uma das maiores, mais modernas e caras. Perdendo pra PUC de Buenos Aires que é absurdamente enorme.

Prontos para o tour? haha
São quatro prédios com oito andares. No prédio de artes, além das salas de aula, tem um estúdio de fotografia, uma sala Gessel e a sala dos macs que fica disponível para os alunos quando não tem aula. Também tem uma parte de exposições, com obras feitas pelos alunos daqui. Adorei a idéia de dar essa oportunidade aos criativos, rs.

Assim como nas universidades dos Estados Unidos, aqui também tem residência na facul. Eu pesquisei o preço e vi que os quartos estão caros em relação aos apartamentos da cidade, mas imagino que deve ser muito bom morar ali. Eu acordaria as 7:30 pra chegar as 8:00 tranquilamente!

Gordinha do jeito que sou, esse é um dos meus lugares favoritos da facul. heheheh. O pátio de alimentação tem um Subway e um mini restaurante. Os valores são bem mais em conta do que nos restaurantes de fora e a comida é boa. Todo dia tem um menu diferente e tal.

O O que é uma faculdade sem alunos? hein? hein? Esse é o Gilmar, intercambista brasileiro e aluno super aplicado. hahah.
Eu amo essas placas. Não me pergunte porque 🙂

Saindo dos prédios tem um pátio bem grandinho, com muitos lugares pra dormir ficar conversando,  um Starbucks (que esta sempre lotado), e um quiosque (que vende todos os doces que você não deveria comer). 


No prédio administrativo, além das oficinas, tem quatro andares de biblioteca. Um deles é a parte de estudo, outra com computadores e os outros dois com livros. É uma boa pra passar o tempo 🙂

Em outro prédio tem os ginásios, sala de ginástica e academia. Todos os alunos tem a opção de pagar pra malhar ou praticar esportes ali, os pacotes tem o mesmo preço que as academias de fora. Então é tranqs. Eu passo longe dali, hahah. Esportes não são pra mim 🙁
O quarto prédio é aonde eu passo minhas manhãs, yaaay. Todas as minhas aulas são ali. É o mais completo de todos e também tem um milhão de salas. No oitavo andar tem outro Starbucks e um terraço incrível com vista pra Av. 9 de Julho. <3


No quarto andar tem mais uma lanchonete. Geez, querem nos engordar.

Cartazes como esses estão espalhados por toda a faculdade. Orgulho UADE. Ex alunos que agora estão com empregos incríveis, como esse tal Lino que é top no Google Argentina. wow. Também queeeero ser “orgulho uade” hahah. Em breve (espero)!

As salas de aula são engraçadinhas. A primeira vez eu estranhei como todo mundo senta junto. Fica um colado no outro, tipo ??? mas agora já me acostumei! Em dia de prova, obviamente, sentamos separados.

As salas das turmas de design são as mais divertidas. Sempre!

A área de audiovisual da facul me impressionou. Eles tem um estúdio de gravação super completo. Até deixei apra outro post, de tão encantada que fiquei. Sou muito boba. hihihi.

É isso, agora vocês já sabem aonde passo três dias da minha semana: Universidad Argentina de la Empresa. Vou preparar um post contando a rotina das aulas e como o ensino argentino ta me tratando, haha. 

Minha aula de Marketing vai começar agora, ahhh. Tenho que correr lá. 
Beijos, Gabriela Alegre

Livros para o vestibular

Oi pessoal.
Bom,
hoje o post será um pouco diferente do que estou acostumada a escrever.
Não será uma sugestão “tipo resenha” de algum livro.
Será sobre um assunto meio chatinho mas EXTREMAMENTE importante para o nosso futuro.
LEITURAS OBRIGATÓRIAS PARA OS VESTIBULARES.
Muitas
pessoas estão se preparando para o vestibular e terão de enfrentar
algum livro imposto pelo mesmo. (E muitos que já enfrentaram um
vestibular tem a mesma opinião:  Ter de ler os livros obrigatoriamente é
um saco.)
Gostando
ou não de ler, devemos nos preparar e ir lendo alguns livros literários
por terem uma linguagem  mais complexa e que exigem grande atenção.  As
vezes, são contadas histórias que são fáceis de serem compreendidas ,
basta nos focarmos exclusivamente ao livro.
Eis algumas obras de grande importância e cobradas: Dom Casmurro, O Alienista, Memórias Póstumas de Brás Cubas, ambos do Machado de Assis;  Ossos da noiva, do Charles Kiefer; O Cortiço, do Aluísio Azevedo;  O Ateneu, do Raul Pompeia e Feliz Ano velho, do Rubens Paiva.
]


li estes livros e admito, alguns são meio entediantes e exigiram que eu
lesse e relesse algumas vezes, por isso ressalto:  Vá para um lugar bem
longe de meios tecnológicos e boa leitura hahah.  E para quem quer
começar ir “treinando” super recomendo o livro Feliz Ano velho,  do
Marcelo Rubens Paiva.
Este livro é um romance brasileiro autobiográfico que relata o acidente que deixou o autor tetraplégico depois de um mergulho em um lago de Barão Geraldo.
Expondo suas angustias, sua força de vontade juntamente com o amor,
Feliz Ano Velho é um grande clássico da literatura brasileira, e
acreditem, é aquele livro que te dá vontade de devorar.

Beijos, Fêe